Mulher atropelada em Rodoviária de Ribeirão tem morte imediata e pouco antes disse que estava com problema de pressão

Uma mulher de 44 anos morreu após ser atropelada por um ônibus, por volta das 09:40 da manhã desta segunda-feira (13), quando se deslocava da plataforma três com sentido para a dois na Rodoviária de Ribeirão Pires.

A Polícia Militar compareceu ao local após ser acionada para atendimento de atropelamento, onde chegando ao local, foi constatado que a vítima já se encontrava sem os sinais vitais.

Conforme noticiamos anteriormente, “O motorista, muito abalado, foi amparado e levado aos prantos para o refeitório dos funcionários localizado no interior da rodoviária”, (ver aqui).

De acordo com informações da Polícia Civil, Solange Aparecida da Silva, acidentalmente teria caído ao solo e sido atropelada pelo coletivo que realizava uma manobra para estacionar, de imediato o condutor do veículo teria tentado socorrer a vítima, porém; a vítima não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito em decorrência das graves lesões na cabeça, conforme atestou o médico socorrista do SAMU.

Pouco ante do trágico acidente, a vítima teria passado pela Câmara de vereadores da cidade, onde tirou xerox em um gabinete. Uma servidora da Casa de Leis informou ao Repórter ABC que chegou a conversar rapidamente com a mulher que se queixou de estar com problema de pressão arterial.

A perícia técnica também compareceu para levantamentos de praxe e após sendo requisitado carro de cadáver.

O Boletim de Ocorrência foi registrado como Homicídio culposo na direção de veículo automotor (quando não há intenção de matar).

Deixe uma resposta